| correspondente


Glauco Soto

Trabalho me correspondendo por meio das cartas, as fotos, imagens, áudios e textos como prática clínica de acolhimento e aconselhamento psicológico. Valorizo as cartas, diários e álbuns como ferramentas de organização do trabalho e da narrativa singular  no processo de cuidado de si e invenção de modos de existir e bem viver.

Sou psicólogo e terapeuta desde 1998 dedicado ao trabalho de saúde mental e promoção de redes de trabalho coletivo em instituições públicas e privadas.

Estudo e pesquiso continuamente abordagens corporais na organização da vida diária, participo do Laboratório do Processo Formativo em São Paulo, uma parceria no entendimento do corpo como canal de transformação de si e dos ambientes através de auto-regulação, aumento de sensibilidade afetiva e análise dos vínculos.