À FLOR DA PELE

Uma composição entre rascunhos, mensagens, intervalos e retomadas, descrevemos modos de fazer diálogos sobre o cansaço, o atropelo cotidiano, e ESTADOS A FLOR DA PELE. Um resumo dos diálogos e correspondências entre amigos interessados na multiplicação de modos de viver mais conectados com a vida. Durante a escrita deste texto, aos poucos percebemos que estados de pouca fluência não são necessariamente estados de fraqueza, mas brechas para aprofundar o que vivemos e sentimos.

“um jornalista interessado na vida das pessoas”

Henrique compõem um escrita por composição de diferentes personagens, com narrativas carregadas de experiências pessoais, que são afetivas e também são geopolíticas. Sem tirar nem por nada que altere o percurso de quem narra a própria história alcançamos como leitores de seu texto as informações, os fatos, os acontecimentos e perspectivas com certo gosto de literatura.

Dublin para uma brasileira

Primeiro de fevereiro de 2019, Vithória fala de sua casa na Irlanda. Gaúcha, morava em São Paulo na época em que fez faculdade – relações públicas na Cásper Libero. Ao final do curso decidiu que teria uma experiência de oito meses na Irlanda. Adaptou-se ao país e acabou ficando.

Japão para uma brasileira

A curiosidade em conhecer o Japão foi crescendo e se tornou realidade quase que por acaso, quando Sheila teve a oportunidade de fazer as malas e atravessar o mundo para viver em Osaka para ministrar aulas de dança no Japão, o país do sol nascente.